domingo, 29 de junho de 2014

O Seu Eu Multidimensional e Infinito

No livro do Jan Tober e Lee Carroll existe um tópico que fala dos tipos de índigos. Eles falam de índigos multidimensionais. O que seria isto?

Eu vou tentar colocar aqui o que eu sei da minha prática mediúnica e das conversas que tenho com meus amigos.

Primeiro de tudo, o que são dimensões? Em termos de espiritualidade, existem várias maneiras de se pensar em dimensões. Uma é falar em reinos e frequências. O outro é falar sobre chacras e dimensões. Fica difícil explicar isto. Na verdade isto é uma coisa que quem vive não quer contar pra ninguém porque senão vão pensar em internar você.

Estou deixando este vídeo para explicar a parte das frequências e dimensões, neste caso acessadas através de viagem astral. Aqui ele fala do nosso Eu angélico, o que é um conceito bastante complicado para qualquer pessoa conceber.


Aqui um outro vídeo falando de dimensões e frequências:



Quanto aos chacras e dimensões, falo sobre a tabela dos 22 chacras. Que está mais detalhada neste link aqui: Tabela dos 22 Chacras.

A tabela dos 22 chacras fala sobre os chacras até a quinta dimensão. Dizem que as crianças arco-íris vieram da sexta dimensão. Eu já vi uma dimensão que não sei se era a sexta dimensão, em que eu ia para um lugar onde existiam prédios de cristal de cor rósea. Eu entrava dentro deste prédio e existiam salas onde dentro delas, você entrava e ali você criava a realidade através de música. Ou seria como vibração fina? Pois a música nada mais é do que a vibração da matéria, que se transmite para as moléculas do ar e vai até os nossos ouvidos e corpos.

Mas... Quantas dimensões existem???

Infinitas. Infinitos chacras, tanto para baixo quanto para cima. Nós somos infinitos. Nossa alma é infinita, tanto em termos do tempo, mas de pensarmos em termos de espaço também somos infinitos se pensarmos nas dimensões e no nosso Deus interno.

Existe esta história da mitologia hindu que fala sobre Shiva Linga, Shiva, Brahma e Vishnu.

"De acordo com os Puranas, uma vez dois dos deuses componentes da trindade de Deuses hindus, Brahma e Vishnu estavam brigando para saber qual deles era mais poderoso. Horrorizados com a intensidade da batalha, os outros deuses pediram para Shiva interferir. Para fazer com que eles vissem a futilidade da briga deles, o Senhor Shiva assumiu a forma de um Linga flamejante entre Brahma e Vishnu e desafiou os dois pedindo a eles que medissem a Linga gigante (o símbolo fálico do Senhor Shiva).


Maravilhados por sua magnitude, Brahma e Vishnu decidiram encontrar um fim do Linga para estabelecer a supremacia acima do outro. O Senhor Brahma se transformou em um cisne e foi para cima enquanto o Senhor Vishnu assumiu a forma de um Varaha – um javali e foi para a terra pelo seu interior. Ambos percorreram milhares de milhas e não conseguiam encontrar o fim.

Em sua jornada para cima, Brahma passou por uma flor de Ketaki. Exausto e atordoado com sua busca para encontrar o limite do topo da coluna de fogo, Brahma fez a flor de Ketaki mentir e dizer que viu o topo da coluna onde a flor estava previamente. Acompanhado por sua cúmplice, Brahma confrontou Vishnu e afirmou que descobriu de fato a origem da coluna cósmica.

Neste momento, a parte central do pilar se abriu e Shiva se revelou em sua maior glória. Surpresos, ambos Brahma e Vishnu se ajoelharam em frente a ele e aceitaram a supremacia do Senhor Shiva. O Senhor Shiva explicou a Brahma e Vishnu que ambos nasceram dele e que os três se separaram nos três aspectos da divindade."


Brahma, Vishnu e Shiva são aspectos da divindade, é uma trindade como o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Shiva ou o Espírito Santo é o seu terceiro olho aberto, que permite que você se auto-conheça tanto para as frequências acima quanto as frequências para baixo. E este auto-conhecimento é infinito. Portanto, em verdade, precisamos focar no que precisamos para o momento na questão da abertura dos chacras. Pois se este conhecimento é infinito... Impossível saber de tudo. E temos a tendência a achar que somente indo para cima nos chacras é que contactamos partes de nós que estão iluminadas e achamos que já chegamos a Deus, quando nunca chegamos completamente, por isto mentimos para nós mesmos, como fez Brahma.

Sim, é algo estranho pensarmos que temos Deus dentro de nós e ao mesmo tempo estamos dentro e fora dele, enfim... O que na Bíblia foi dito, como Deus dizendo, "Eu sou o Alfa e o Ômega", eu já ouvi uma vez esta voz dizendo isto, quando abri meus chacras e acessei o meu Eu Divino, o meu Eu Superior. E não é que existe o Alfa Chacra e o Ômega Chacra dentro de nós? Vejam aqui: Chakras Alfa e Ômega (Cura e Ascensão)

E este vídeo falando sobre o Corpo de Luz e os chacras Alfa e Ômega e a abertura do décimo terceiro chacra que é o do teletransporte, materialização e telecinese.


Mas então... Quem é multidimensional??? TODAS AS PESSOAS. Todos nós somos multidimensionais. Apenas algumas pessoas tem a consciência de que são e conseguem mudar de frequência e acessar estas frequências. É um trabalho interno de cura emocional e em breve uma parte imensa da humanidade conseguirá acessar as frequências, até que toda a humanidade chegue neste estágio.

E este outro desenho de chacras provavelmente canalizado por alguém que pode ser Jhadten Jewall  - pelo menos tem o nome dele ali - não encontrei nada sobre ele na internet a não ser um site em construção e CDs de música no Amazon - músicos e artistas tem muita mediunidade mas eles não contam para as pessoas sobre suas experiências porque muitos pensariam em interná-los também. O original somente em inglês eu peguei deste site aqui: Heart Star .

O desenho mostra vários chacras abaixo do Estrela da Terra, levando a outras consciências, o que não significa que estas consciências que estão para baixo sejam piores do que as consciências de cima, como a Consciência Crística. A verdade é que todas as fórmulas místicas são apenas FÓRMULAS, tentativas de explicarmos e classificarmos ou explicarmos determinadas energias e formas que existem no plano espiritual, porque fica complicado de situar estas coisas num plano que só se consegue acessar com o terceiro olho aberto e não há como descrever com a linguagem do plano físico.



Explicando o que pode ser este sistema de chacras para cima e para baixo, que é diferente do sistema dos 22 chacras de Alice Bailey e Djwal Khul.

É como se no AGORA, nós vivêssemos em múltiplas dimensões. Podemos acessar estas dimensões apenas mudando a frequência dos nossos pensamentos, das nossas ondas mentais e espirituais, emocionais. É como se fôssemos vários nós mesmos em dimensões diferentes.

Por exemplo, se você estiver no chacra Portal Estelar e Portal Intergaláctico, você pode conseguir contactar espíritos de outros sistemas estelares ou outras galáxias. Quem sabe não seria o fato de estar nestas frequências destes chacras te possibilita fazer as viagens interestelares e intergalácticas por viagem astral ou mesmo por projeção mental e futuramente até mesmo através da Merkaba, fisicamente pelo teletransporte.



Se está na Consciência Crística, pode contactar Mestres espirituais, o seu Mentor espiritual. Os Mestres Ascensionados.



Se estiver na Matriz dos Golfinhos, pode sonhar com golfinhos, pode começar a receber comunicações dos golfinhos. A Matriz dos Golfinhos existe mesmo e é só você acessar a vibração da alegria. Os golfinhos são os guardiões da Terra e eles estavam aqui neste planeta como forma de vida inteligente muito antes dos humanos.



Se estiver na Matriz das Baleias, pode sonhar com baleias e receber comunicação delas. As baleias possuem os registros akashicos da Terra. Quem tem facilidade de acessar registros akashicos sonha com baleias e tem contato com elas.


Você pode entrar na frequência das cidades intraterrenas e pode até realmente ter acesso a estas cidades, entrar nelas e falar com os habitantes dali.


Os corações, que seriam o Grande Sol Central, nada mais são do que a nossa própria consciência, o Grande Sol Central é a consciência do Eu Sou (I AM), a presença do Eu Sou que Saint Germain fala. Alguns falam sobre o Sol de Sirius, outros sobre Alcyone, das Pleiades, outros do centro da Via Láctea. Não importa, o que importa é a sua origem estelar ou o seu foco maior de luz, de onde você sente que você acessa sua alma, o seu Eu Superior ou Eu Divino.


O Coração da Mãe Terra é a nossa consciência do Planeta, o que nos une fisicamente dimensionalmente em todos os níveis, do etérico ao material. É o que nos une a todos os seres vivos da Terra e ao Coração do Mundo (Para os entendedores, "A morada do meu Pai é no Coração do Mundo, aonde existe todo amor e tem um segredo profundo. Este segredo profundo está em toda humanidade, se eles se conhecerem aqui dentro da verdade.").


Mas qual é o propósito de tudo isto? Não vamos sair voando para longe da Terra. Vamos simplesmente balancear, equilibrar nossos sete chacras do corpo, curando-nos emocionalmente todos os dias (através da prece do Pai Nosso, pensando em limparmos nossas cargas emocionais). Depois ao acessar a Consciência Crística, trazer a cura para as outras pessoas, trazer soluções ecológicas e de relacionamento para a Terra, construiremos o Reino dos Céus na Terra. E então poderemos através das Merkabas viajar para outros mundos ou nos teletransportarmos para outras partes deste mundo mesmo.



Estas são as "viagens espaciais" previstas pelos médiuns. São viagens que conseguiremos através dos nossos corpos de luz. Ora, mesmo Carl Sagan quando escreveu o livro "Contato", os alienígenas fazem contato e dão a fórmula para construírem uma máquina imensa que gira em torno de si mesma (uma Merkaba material eletrônica). O que se consegue ali, passar por buracos negros (buracos de minhoca) é simplesmente o que se faz com as viagens astrais em espírito ou o que conseguiremos mesmo na matéria com o teletransporte. Bom, a Merkaba espiritual gasta menos matéria, danifica menos a Natureza e é bem mais barata.

MAS EU QUERO SABER QUEM EU SOU!!!!

Se somos infinitos, sim somos. Se vou conseguir me conhecer completamente - não, nem vai conseguir conhecer os outros completamente, porque somos infinitos. Apenas conheça-se o suficiente para se curar agora e para aplicar algo de útil na sua vida no agora.

Quanto a uma pergunta que muitos se fazem ao procurar sua identidade estelar ou mesmo sua identidade espiritual, se são anjos encarnados, elementais encarnados, sábios místicos, crianças das estrelas.

Pode ser que esta pessoa esteja entrando nas frequências diversas das diversas dimensões e chacras existentes em nós mesmos e contactando partes de si mesmo que se identificam como o nosso Eu angélico, o nosso Eu da Matriz dos Golfinhos. Mas a facilidade de entrar em tal frequência e conectar com tal tipo de espírito é que pode dizer algo do seu passado espiritual.

Primeiro, todos nós temos uma origem estelar. Todos viemos da Consciência Divina. No entanto, ter pessoas que reencarnaram pela primeira vez aqui na Terra desde o seu começo, é algo hoje em dia difícil de determinar, pois as pessoas apenas encontram-se adormecidas. Algumas pessoas tem realmente uma maior identificação com as crianças das estrelas porque realmente estão vindo aqui neste planeta pela primeira vez e não se identificam com elementais ou anjos. Estes geralmente não se sentem confortáveis aqui neste mundo e querem sair de vez daqui e nem pensam em ficar para construir o Reino dos Céus aqui porque sentem que sua casa não é esta.

Mas você pode ser um elemental que veio de Sirius por exemplo. Os elementais podem ser nada mais do que humanidades que evoluíram de diferentes animais provavelmente já de outros planetas e que vieram para cá com conhecimento maior de "magia" ou do mundo espiritual, como o que aconteceu com o povo celta (eles mesmos dizem que são os elementais encarnados). Há pessoas que sonham ou vão em projeção mental para mundos em Sirius e nadam com golfinhos e sereias. As sereias podem ser uma humanidade que evoluiu dos peixes ao invés do macaco. Eles vieram para cá na forma espiritual lembrando ainda do seu passado. Existem pessoas que só se sentem identificadas com os elementais, assim como aqueles que só se identificam como sendo das estrelas.

E os anjos encarnados? Mesmo que uma pessoa sinta que tem asas no mundo espiritual (que são feixes de luz que saem das costas), ela pode estar passando pelo processo de ascensão e por isto sente que tem asas ou outras pessoas enxergam estas asas. Pode ser um Carian (a humanidade que evoluiu de pássaros no sistema de Sirius). Muita gente vê índios xamãs com rostos de pássaros no mundo espiritual. Será que Horus por exemplo não seria um Carian visto pelos sacerdotes egípcios? Ou mesmo Garuda, não seria um Carian de Sirius visto pelos mestres hindus?


Os sábios místicos são aqueles que tiveram vidas passadas como sacerdotes, xamãs, magos. Podem ter tido vidas em outros planetas e podem ter sido elementais ou de humanidades evoluídas de partes diferentes do Universo. Principalmente porque os sábios místicos geralmente são almas muito antigas e portanto já tiveram muitas vidas passadas.


Portanto, se uma pessoa é uma alma muito antiga, pode ter sido muita coisa diferente em outras vidas. E por isto pode se identificar com diversas categorias.

Tudo isto apenas serve para não pensarmos em nos internarmos ou tomar remédios só porque temos determinadas experiências que ninguém compreende.

É isto.

Paz e amor para todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário